quarta-feira, 2 de maio de 2012

O Topógrafo

Vida de Topógrafo é dura mesmo
Mas tem coisas bonitas para contar

São 5 da manhã!
Toca a levantar
Pega na umbrela, teodolito, tripé
Abana o porta-miras e o chofer
Vamos embora
É hora.

Chofer!... põe o jipe a trabalhar

Uns são engenheiros
Com canudo de faculdade
Outros tiram curso médio
em escola da especialidade
E um ou outro é de todo descartado

II

Para triângular
sobe ao penhasco mais alto
para escolher os pontos a levantar.
Se é preguiçoso
Escolhe os mais fáceis de alcançar.
Se gosta de trabalho bem feito
Tem muito que andar.
Se é burro
Não descobre os pontos
Para o teodotito estacionar

Mede ângulos e distâncias
E de igual jeito
Limita as terras dos quitandeiros,
faz plantas
Constrói estradas, pontes e canais.

III

Vida de Topógrafo é dura mesmo
Mas tem coisas bonitas para contar

Ah, ah, ah, ah
Se tem!!!
Ah, ah, ah,ah

Nos ermos isolados
É poço de muitas atenções:

- Bom dia senhor engenheiro
- Seja bem-vindo senhor engenheiro
- Bom trabalho senhor engenheiro
- experimente esta aguardentezinha senhor engenheiro
que é cá do nosso lugar.

- está convidado senhor engenheiro
para o churrasco do jantar

- Não posso, tenho de calcular

- Ora, ora, senhor engenheiro
- Temos lá meninas para dançar

e quantas vezes
sem querer, sem desejar
é engatado
pelas solteiras e divorciadas do lugar

25Agosto06

1 comentário:

teca disse...

Que mágico, um poema para os topógrafos!!! No fundo, se souber aproveitar, tem um certo encanto nas tarefas...

Beijos e flores com aromas do campo.

Related Posts with Thumbnails