sexta-feira, 16 de novembro de 2012

QUIETUDE

foto: internet

E então ficamos os dois em silêncio,
tão quietos como dois pássaros na sombra,
recolhidos ao mesmo ninho,
como dois caminhos na noite,
dois caminhos que se juntam num mesmo caminho...
Já não ouso... já não coras...
E o silêncio é tão nosso,
e a quietude tamanha que qualquer palavra bateria estranha como um viajante,
altas horas...
Nada há mais a dizer,
depois que as próprias mãos silenciaram seus carinhos...
Estamos um no outro como se estivéssemos sozinhos...

Fonte: Blogue "Sedimentos", post de 03Jul2012.

2 comentários:

teca disse...

Um beijo grande pra você.
Felicidades e paz...

Rui Moio disse...

Obrigado. Continuo a visitá-la no seu blogue "Sentimentos". Faço votos para que continue com inspiração poética.

Related Posts with Thumbnails